A nova fase da AMVAÇO, busca criar benefícios diretos para seus associados, impactar positivamente na comunidade e incentivar a inovação como diferencial competitivo dos seus parceiros de negócios.

Após a realização do planejamento estratégico para o triênio 2020-2023, a nova diretoria contratou a Agência de Transformação Digital, a App Marketing, especialista em projetos inovadores para potencializar seus canais de comunicação. O novo Portal, lançado nesta edição da Revista Amvaço, que faz parte desta estruturação, terá um sistema web dedicado a exibir os dados coletados pela Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais, sobre número de casos, média móvel e índices de vacinação do Vale do Aço.

Com a ajuda da computação em nuvem, aplicação de princípios de big data e uso de algoritmos de inteligência artificial, tem sido possível mapear em cada município no Vale do Aço.

André Luiz, desenvolvedor web, integrante da equipe de colaboradores da App Marketing, criou um projeto para centralizar os dados da Covid-19 na cidade de Timóteo, posteriormente implementando uma lógica que permitisse estender o conceito para qualquer cidade de Minas Gerais.

A manipulação dos dados iniciou-se em março de 2020, no início da pandemia, quando os primeiros casos da doença estavam sendo registrados no Vale do Aço. “Naquele momento, as prefeituras ainda não haviam se organizado para emitir boletins semanais, e encontramos dificuldade para reunir os dados de forma consistente. Com o passar das semanas, os boletins informativos começavam a ser divulgados diariamente, com os casos confirmados aumentando e acontecendo os primeiros óbitos. Assim, comecei a contar dados também de óbitos e internados”, detalha André.

Durante todo o período da pandemia até o momento, a análise dos dados permite estabelecer a tendência de movimentação da curva de casos confirmados e óbitos, por meio da análise da média móvel de casos. Segundo a definição, a média móvel de casos em um dia é calculada com base na média dos 6 últimos dias corridos.
A tendência é calculada em cima das médias móveis, calculando-se a variação percentual das médias em um intervalo de 14 dias. Se a tendência for maior de 15%, então pode ser considerada tendência de ALTA. Caso seja entre 15% e -15%, está em ESTABILIDADE; e caso seja menor de -15%, está em QUEDA.

Portanto, a análise dos indicadores acima pode retratar comportamentos que estão em foco na realidade, e guiam os comitês de crise das prefeituras e do Estado. No caso deste projeto, a partir do final de 2020, os dados puderam ser coletados de forma mais centralizada no Painel de Monitoramento da Covid-19 criado pela SES – MG (Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais). Neste painel, as informações são reunidas de diversas fontes públicas, como as Unidades Regionais de Saúde e o sistema e-SUS.
As informações presentes no painel podem não refletir imediatamente os dados apresentados pelos boletins presentes nas redes sociais das prefeituras. O painel recolhe dados inseridos nos sistemas, cadastrados pelas fontes citadas acima, e geralmente possuem um período de cadência de duas a três horas para efetivamente serem contabilizados.
Desde janeiro de 2021, quando os dados sobre vacinação começaram a ser registrados nas bases de pesquisa, estas informações também foram introduzidas neste painel de acompanhamento.

“Busquei fazer uma comparação percentual da população vacinada relativa à população total estimada do município em 2020”, comenta o desenvolvedor web.

É possível assim comparar a evolução das campanhas de vacinação nos municípios para as primeiras e segundas doses, e validar o impacto das ações de vacinação nas curvas de casos ativos e óbitos.

Conheça o projeto

Contribuindo para o fortalecimento da classe médica e dos serviços de saúde do Vale do Aço.

Seja um associado

Somos uma agência certificada parceira do Google.

Defesa Jurídica e Direito Preventivo para Médicos.

Por tras de cada máscara existe um coração defendendo a vida.

Leave A Comment